quinta-feira, 7 de agosto de 2008

O Ápice da falta de interesse humano

O Ápice ou o mais alto grau da falta de interesse humano.

Na matéria publicada pela BBCBrasil.com , Policiais da cidade de Huncoat na Europa foram chamados para verificar uma casa, os vizinhos estavam preocupados com o desaparecimento do morador, um idoso de 70 anos.

O que mais impressiona é que o idoso estava morto há dois anos e ninguém sequer sentiu sua falta, triste fim para uma vida.
O mais alto grau da falta de interesse pelas pessoas é retratado nesta triste história, fica a pergunta; como anda nosso relacionamento com o próximo? e como cristãos?
Para o cristão verdadeiro não existe justificativa para falta de interesse por pessoas, isso vai na direção oposta a essência do "amar ao próximo como a ti mesmo.."
Que Deus não permita que nosso coração se torne como pedra.
Por: Mauricio Pereira do Carmo

Segue a matéria na íntegra.


Europa
Quinta, 7 de agosto de 2008, 05h45 Atualizada às 06h01

Corpo de inglês é achado na cama 2 anos após morte
Da BBC Brasil

O corpo de um aposentado inglês ficou dois anos deitado sobre sua cama até ser descoberto pela polícia em sua residência, na cidade de Huncoat, no noroeste da Inglaterra, depois que os vizinhos reportaram sua ausência.
Brian Dean, de 70 anos, foi encontrado depois que os policiais arrombaram a porta de sua casa e se depararam com o corpo sobre a cama.
Pelas correspondências encontradas na porta da casa de Dean, os policiais concluíram que o aposentado estaria morto há dois anos.
"Acreditamos que o corpo de Dean estaria na casa há dois anos porque a correspondência data de 2006 e estava empilhada atrás de sua porta", afirmou o inspetor Jill Johnston, da polícia local.
"Sabemos que ele era um homem muito reservado e é muito triste que ninguém tenha sentido sua falta durante tanto tempo", disse.
Os policiais informaram ainda que o corpo estaria sendo analisado para determinar a causa da morte e a polícia estaria tentando encontrar familiares para informar sobre a morte do aposentado.
Segundo os policiais, as autoridades locais não sentiram a falta do aposentado pois todas suas contas eram pagas via débito direto em conta e ele recebia dinheiro mensalmente por conta de sua aposentadoria.
Segundo os vizinhos, Dean era um homem muito reservado e raramente visto em público.
"Todos sabiam que Brian era recluso. Ele costumava sair tarde da noite e voltar apenas de manhã, quando ainda estava escuro", disse o vereador Paul Gott, da prefeitura local.
Ele afirmou que a morte de Dean poderia servir como um alerta para que as pessoas prestem mais atenção em seus vizinhos.
"Acho que todos deveriam olhar para sua comunidade e quem faz parte dela e se perguntar se há alguma possibilidade de alguém estar desaparecido", disse Gott.
"Pode ser intrusivo bater na porta das pessoas e perguntar se está tudo bem, mas é sempre uma boa lembrança", concluiu.

BBC Brasil
BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.
Postar um comentário