quinta-feira, 12 de junho de 2008

Meu Pai

Meu Pai

Quando eu tinha 7 anos,
Você era o meu herói, sabia tudo.
Quando eu tinha 12 anos,
Você era legal, sabia algumas coisas.
Quando eu tinha 17 anos,
Você precisava reciclar, evoluir um pouco.
Quando tinha 22 anos,
Você não tinha nada haver comigo, não me entendia.
Quando tinha 26 anos,
Você não estava com nada, estava completamente por fora.
Aos 35 anos, verifiquei que você tinha razão em algumas coisas.
Aos 45 anos, notei que você conhecia bem a vida.
Aos 55 anos, percebi que durante sua vida você me havia ensinado muitas coisas.
Aos 70 anos, descobri que você, meu pai, era um sábio.
Que pena ter descoberto isto tão tarde!
Eu poderia ter vivido bem melhor se o tivesse entendido e compreendido bem antes!
Talvez eu consiga ensinar isto para meus filhos e netos.

Pr. Brandoles
Postar um comentário