quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Não diga nada apenas dê um abraço

Impressionante como isso tem mais poder do que palavras (claro que se for feito no Kairós de Deus).
Quando fazemos as coisas no tempo e modo do Pai nada dá errado e ficamos embasbacados com a forma do Pai agir.
Um abraço dado quando em sintonia com mover do Espírito Santo, cura, liberta e restaura, eu vi isso com os meus próprios olhos que são meus mesmo rsrsrs.

Meu irmão mais novo passou por vários problemas durante o início de sua caminhada cristã, tantos problemas que o deixaram literalmente abatido de alma, foram muitas coisas que não cabe mencionar aqui, porém em sua ultima fase, chamo assim pois teve uma virada.
Sua tristeza de alma era tão profunda que preocupava a todos nós, tinha justificativas plausíveis para tanto, faziam sentido e encontravam razão de ser, deserto sem fim.

Indo visitá-lo pedi ao Pai para me direcionar em como poderia ser um canal para abençoar e vê-lo transformado, visto que o profeta muitas vezes não tem crédito em sua pátria, sabia no meu coração que palavras não fariam efeito algum.
Durante o trajeto o Pai foi tão claro como um dia de sol, Não diga nada apenas dê um abraço eu farei o resto.
A presença do Pai foi tão forte tão viva que não houve espaço para dúvida, o Espírito Santo foi trazendo uma compreensão sobre a situação e prisão espiritual do meu irmão.
Chegando na casa de meus pais, onde ele estava, começamos a conversar sobre vários assuntos, depois ele mesmo desabafou tudo o que estava em seu coração com relação a tudo quando passou, naquele momento em silêncio apenas ouvi, pedi ao Pai para mostrar qual o melhor momento.
Chegando no auge do desabafo em meio a lágrimas o Senhor foi claro levanta dê o abraço o resto deixa comigo.
Tomei meu irmão nos braços e daí foi aquele presença tocando nele em mim em toda minha família que estava ali, foi um derramar de graça e amor de Deus que trouxe um paz e alegria muito grande.
Oramos ali juntos e a certeza que tive sobre a restituição que pude em poucas palavras lhe dizer. O Pai falou outras coisas tremendas que não cabe aqui mencionar.
Passados 3 dias liguei para saber o desenrolar das coisas, fui informado que no mesmo dia ele foi para uma igreja, a alegria voltou, passou a orar, o semblante restaurado paz enfim.
Hoje faz pouco mais de um mês, meu irmão está firme, acertou as coisas com a esposa, que ainda não era cristã, acabou se convertendo e foi batizada antes do fim de ano, a restituição começou, Deus foi mais uma vez glorificado nisso, detalhe, em menos de um mês, que maravilha.
Para mim esta experiência me fez pensar no grande amor do Pai para com seus filhos, pois quem de nós já não viveu dia de trevas? dias sem fim, ninguém te entende, não há palavras que te ajudem....nada só escuridão, o primeiro passo para restauração é ir de encontro ao Pai.
Nestas horas um abraço do Pai através de um de seus filhos opera mais que campanhas, jejuns e falatórios dos "entendidos".
Quantos estão dispostos a isto? Fazer do jeito de Deus? Queremos ser vistos, fazer shows pirotécnicos, falar em línguas, mostrar que entendemos do assunto. E se acontecer mudança batemos no peito, achando que somos bons! Nossa! glória a mim...
Quando não souber o que dizer a alguém que está sofrendo muito, não diga o que acha e nem tente inventar nada, ore e apenas dê uma abraço forte e deixa o Pai agir, depois saia não olhe prá trás, deixa a Glória para Deus.
Um Grande Abraço
Por: Mauricio Pereira do Carmo
Postar um comentário